Resenhas

Rafani: Minha Exceção - Sinéia Rangel Editora Coerência

outubro 03, 2017


Rafani: Minha Exceção - Sinéia Rangel
Editora Coerência

"Nas citações, já estava ganha.

Em 40%, impressionada. 

Agora aos 60%, são tantas emoções conflitantes, que procurei a Sinéia Rangel pra desabafar.

Sabe aquela velha citação: " Esse livro vai acabar comigo, f*** meu psicológico e terminar numa Depressão Pós Livro daquelas. Beleza ! Vou ler!"

Acabo de constatar a completa veracidade."

O trecho acima, foi escrito sábado, na minha página pessoal do Facebook. Querendo me add e comprovar, é só solicitar amizade pelo messenger, viu gente! Amo falar sobre livros! 

Voltando, que o papo é sério. Vou começar assim: esse é meu primeiro livro da autora. Claro que já havia ouvido falar, mas sinceramente não estava na lista.

Sempre digo que os livros me escolhem. E acada vez que me deparo com momentos como este, tenho plena convicção disso. Não acredito em acaso, nem literário. 

Tenho por hábito, desde que adquiri o Kindle, dar uma olhada nos e - books grátis que estão disponíveis naquele dia pela Amazon. (Para quem não sabe, vários autores alguns conhecidos e reconhecidos, outros nem tanto, disponibilizam todos os dias livros grátis que podem ser enviados sem custo algum para seu ereader). 

Em uma dessas incursões, dei de cara com Rafani. o título já chamou minha atenção, a capa tinha um quê de obscuridade, mistério e delicadeza. Passei pela sinopse, pensei "tem potencial", baixei e imediatamente comecei a ler. 

Como disse acima, abro o livro e já no primeiro capítulo, ali na abertura, havia uma citação de uma série que amo muito: One Tree Hill (Lances da Vida). Embasbaquei na hora. Nesse momento, confesso, é que fui ler o nome de quem escreveu a obra e me surpreendeu tão positivamente. Só aí fui verificar o nome da autora. Sinéia querida, me desculpe, mas tinha que contar.kkkkkkkkk. 

Agora parou por aí? Não! A mulher samba gente! Cada abertura de capítulo tem uma citação de Legião Urbana, Maria Gadu, Grey's Anathomy, Once Upon a Time. Se vc já leu outros livros assim leitora, peço por favor que me indique! Achei de um bom gosto e de um cuidado, lindos de se ter. 

Táaaaaa bom, vou parar de falar sobre a diagramação e concentrar na estória. 

Primeira coisa:não é um romance para qualquer um. Apesar de não poder classificá-lo como dark, traz assuntos delicados como violência sexual e pedofilia. Então se você é daquelas leitoras que se impressionam fácil, não recomendo. As flores desse contexto, são lindas. Mas os espinhos vão te ferir terrivelmente. 

Se você está procurando algo pra sair da zona de conforto, vem cá, senta aqui, que ainda temos muito que conversar. Rafani é daquele tipo de livro que tem todas as 7 cores do arco-íris em termos de sensações.Mas tb tem o negro permeando cada uma delas. 

O título, dá nome à personagem principal. uma mulher que precisou se esconder e fugir grande parte da vida. Que só pensa em viver em paz, mesmo com tanto medo. Que tem como meta apenas sobreviver. Em meio a todo seu sofrimento, não percebe o quão forte é. (amaria ser 10% do que Fani, representou pra mim nesse livro) 

Sam, é aquele cara charmoso, lindo, rico, que só quer saber de aproveitar a vida. Em plenos 25 anos, uma carreira mais do que promissora, todas as mulheres que quer (e as que não quer também), sua única preocupação é aproveitar o momento. 

O que esses dois tem a ver? Aparentemente, nesta resenha, apenas o oxigênio que compartilham no planeta. Os opostos se atraem? O universo conspira? A roda da vida gira? Maktub? O importante é você saber leitora que o caminho desses dois se cruza de uma das formas mais inusitadas possíveis. 

Nesse momento, vc vai ler a expressão usada no título (lembrar de mim) e ao submergir no enredo, começar a entender algumas coisas como: toda coragem que precisei juntar e "rejuntar" para continuar a ler, foi pouca. 

Todo amor que você pensa que já sentiu, é pouco. 

Toda chance que cada um de nós dá e toma de quem e para quem amamos, é pouca. 

Cada vez que você omitiu algo e julgou importante, é pouco. 

Cada batida que seu coração pulou por alguém é pouco. 

Não é Fani, não é Sam. Não é Rafani. 

Deixe seus pré conceitos, se arme de esperança e venha. 

Dou minha palavra. Cada sentimento que você vencer e xingar minha quinta geração, vai valer a pena.

Disponível na Amazon no link: Clique aqui

Sinopse:

LIVRO ÚNICO* 

Bon vivant e cafajeste assumido, Sam Allencar cultiva três paixões: mulheres, sexo e vinho. Complicações nunca foram parte da sua vida, tudo o que deseja está ao alcance das suas mãos.

Até que o seu caminho se une ao de uma desconhecida.

Uma mulher com um passado marcado por traumas e uma vida construída sobre segredos e mentiras, que aprendeu ainda criança que o sentimento mais confiável é o medo, é ele que a mantém viva.

Ele não sabia o que estava em jogo, até que estivesse irreparavelmente envolvido.

Ela não sabia como contar a verdade, até que fosse tarde demais.

Incompatíveis desde o início, mas será que o amor pode curar um passado de dor?

CONTÉM CENAS DE VIOLÊNCIA SEXUAL E PEDOFILIA.

NÃO HÁ ROMANTIZAÇÕES DESTES TEMAS.

você também pode gostar

2 comentários

  1. Eu tô morta e enterrada depois desse tiro!
    Daniela, obrigada por ter dado uma chance para Rafani ( e euzinha, ahuahuahua...), estou verdadeiramente emocionada, porque "pqp", que resenha incrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Livro super envolvente, com tema pesado, mas com uma abordagem muito delicada. Amei os personagens e quero conhecer as estórias dos demais personagens.

      Excluir

Posts Recentes

Inscreva-se





Pinterest